Lanche oferecido pela escola

23/05/2011 § 2 Comentários

Prezados pais,

Gostaríamos de lhes dar um retorno sobre a reunião (ocorrida no dia 13/05/2011) entre pais e a escola a propósito do lanche oferecido às crianças.

A escola estava representada pela coordenadora do EFII (Eloísa), a orientadora do 5º ano (Sônia) e a nutricionista responsável pelo projeto de educação alimentar (Márcia). A OPS foi representada pela Denise (mãe do 2º e 4º anos). Compareceram cinco outros pais de alunos de anos variados (dentre eles, 2º, 3º, 4º e 5º anos).

A escola apresentou todo o processo que levou ao desenvolvimento do projeto de educação alimentar tal qual ele é aplicado hoje. Começou colocando como alimentação e exercícios físicos são essenciais para a saúde da criança. As escolas já incorporaram os exercícios em sua prática há muito tempo (educação física), agora trata-se de iniciar o trabalho alimentar. Em seguida mostrou como foi feita a implantação do projeto, desde a pesquisa inicial em 2007 sobre o que as crianças levavam de casa como lanche (que indicou claramente a necessidade de diminuir teores de açúcar, gorduras, sódio, e aumentar cálcio e fibras, por exemplo), passando pela criação dos cardápios, até como foi a implantação do lanche coletivo no EFII e como está sendo o acompanhamento da aceitação da comida e da nova rotina do lanche pelas crianças.

A escola salienta que o projeto de educação alimentar é um projeto contínuo, ou seja, está sempre sendo avaliado e ajustado de acordo com observações de classe, novas necessidades, etc., e tem o acompanhamento de perto da nutricionista, das professoras e da equipe de cozinha. O foco é fornecer um lanche que seja saudável, balanceado, com a quantidade de calorias necessárias e que, preferencialmente, agrade a um paladar mais amplo, ao mesmo tempo que procura introduzir novos alimentos.

Os pais fizeram perguntas quanto ao papel da instituição sobre a alimentação das crianças (que talvez esse não seja o papel da escola e sim da família), o custo do lanche por criança, se é possível incorporar o valor do lanche à mensalidade, se é possível ele ser opcional, o quanto as crianças de fato comem ou deixam de comer (por que algumas crianças não comem nada?), se é possível oferecer mais calorias e mais variedade, aumentar a oferta de alimentos com carboidratos, se é possível conectar, com mais ênfase para as crianças, o projeto nutricional com aspectos pedagógicos e lúdicos e se o horário de recreio acaba atrapalhando. Houve também colocações de pais sobre como o número de crianças atendidas é grande (e não é possível agradar a todos sempre), como as crianças devem ser educadas para a vida e o mundo (e o momento do lanche é positivo para isso); e sobre como a responsabilidade de comer é da criança e não do adulto (ao adulto cabe oferecer comida boa e na hora certa).

A escola respondeu que o projeto de educação alimentar está definitivamente incluído no programa educacional do Vera Cruz e que está sempre trabalhando para melhorá-lo. Vários exemplos de ajustes já feitos foram apresentados. Pretende rever as quantidades de calorias e aumentá-las se necessário assim como a variedade do cardápio. Pede para os pais confiarem na escola, na maneira como observa a alimentação de seus filhos, e também na capacidade das crianças se comunicarem com a escola.

Quem quiser mais informações sobre os lados práticos do lanche (horário, tempo, cardápio, produtos utilizados, origem dos produtos, etc.), basta entrar em contato com a escola que poderá responder a todas essas perguntas ou agendar outra reunião. Além disso o cardápio mensal de cada unidade fica disponível na secretaria virtual do site do Vera Cruz.

A OPS julga que a escola respondeu aos questionamentos e que a questão, tal como foi apresentada à organização e discutida em reunião, está encerrada. Gostaríamos de agradecer à escola pela abertura para discutir o assunto e aos pais que compareceram à reunião com perguntas e sugestões importantes para o aprimoramento do projeto, e sentíamo-nos satisfeitos por ter cumprido nosso papel na mediação deste diálogo. Essas e outras questões relacionadas à educação e à vida em família continuam a ser discutidas nas reuniões mensais da OPS, para as quais todos os pais estão sempre convidados.

Um abraço,

Comissão organizadora OPS Vera Cruz

Anúncios

§ 2 Respostas para Lanche oferecido pela escola

  • Denise disse:

    Já estou também com um exemplar da publicação feita pelos alunos de 5o ano, em 2010, sobre este Programa de Educação Alimentar da escola. Caso alguém queira conhecer, é só entrar em contato com a OPS.

  • Paula Grinover disse:

    Parabéns, que bacana a iniciativa e as respostas dadas pela escola! Belo trabalho! Obrigada,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Lanche oferecido pela escola no OPS Vera Cruz.

Meta

%d blogueiros gostam disto: