Debate “Desigualdade racial, socioeconômica e educação: do problema à prática”

10/04/2014 § 3 Comentários

Vivemos numa sociedade desigual, na qual crianças brancas e negras, ricas e pobres, não convivem nos mesmos espaços e não têm acesso aos mesmos direitos. O acesso a uma boa educação, que ajudaria a diminuir este abismo, é restrito àqueles que podem pagar por isso.

Em tese, ninguem discorda que todos, independentemente de cor ou origem socioeconômica, têm direito a receber uma boa educação. E é consenso que esta é imprescindível para o desenvolvimento social e econômico do nosso país. Mas na prática, pouco fazemos para mudar esta situação.

Partindo do questionamento de uma mãe a respeito da ausência de crianças negras na Escola Vera Cruz, num país em que segundo o último censo do IBGE este grupo étnico é a maioria, pais voluntários, com apoio da OPS, organizaram um evento para refletir sobre essa incoerência e pensar em formas para diminuir essa injustiça.

Tendo em vista estes problemas, especialistas em educação, psicologia e urbanismo debaterão as seguintes questões:

  • De que forma a segregação se reflete no espaço público?
  • Qual o custo social da segregação?
  • Quais os efeitos da desigualdade e da exclusão racial e social na educação dos nossos filhos?
  • Quais ações de aproximação e intercâmbio entre o universo público e privado são possíveis e pensadas pela educação hoje?  E qual é o papel da escola privada nessa discussão, e como isto se traduz atualmente na educação e formação de nossos filhos?
  • Quais as vantagens e desvantagens de dar bolsas para alunos de escolas públicas estudarem numa escola privada? Quanto custa e como funciona um programa desses?

Debatedores

Christian Ingo Lenz Dunker. Psicanalista, professor Livre-Docente do Instituto de Psicologia da USP, coordenador do Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da USP (Latesfip). Autor de “Estrutura e Constituição da Clínica Psicanalítica” (Editora Annablume, 2011) Prêmio Jabuti 2012.

Mariana Fix. Arquiteta e Urbanista. Professora no Instituto de Economia da Unicamp e pesquisadora no Centro de Estudos de Desenvolvimento Econômico – CEDE/IE.UNICAMP. Desenvolve estudos e pesquisas na área de Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente, com ênfase na questão regional e urbana. Pesquisa atual: impactos urbano-regionais do Programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Claudia Siqueira. Historiadora, pedagoga, magistério com especialização em Educação Infantil. É diretora do Instituto Sidarta, que tem como missão colaborar para a melhoria da Educação no País. No Instituto, faz a gestão de projetos socioeducativos, publicações científicas, formação de educadores e articulações entre políticas públicas e iniciativas privadas.

DEBATE: “Desigualdade racial, socioeconômica e educação:do problema à prática”

Dia: quinta-feira, 22 de maio
Hora: das 20h às 22h
Local: Auditório do Verão (pça Profa. Emilia Barbosa Lima, 51)

 

Textos interessantes para ler antes e depois do debate

YVONNE BEZERRA DE MELLO: Acusada de “proteger bandidos”, a educadora vive no olho do furacão mas não desiste da luta

História negra, escola branca – para historiador, escola ensina visão branca e deve resgatar papel de negros e índios na criação do país

 

 

Anúncios

§ 3 Respostas para Debate “Desigualdade racial, socioeconômica e educação: do problema à prática”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Debate “Desigualdade racial, socioeconômica e educação: do problema à prática” no OPS Vera Cruz.

Meta

%d blogueiros gostam disto: